A Nossa História

INTRODUÇÃO

AMA  – ACADEMIA MUNDO DAS ARTES é um projecto pedagógico de Formação de Actores, que assenta os seus grandes vectores de ensino na Técnica de Representação para câmara.

AMA  nasce por Amor à Representação e por Respeito à Profissão. Uma equipa de três pessoas, com experiências várias nesta profissão que é o Mundo do Espectáculo e do Audiovisual, decidiram formar uma Academia que se distingue pelo rigor, pela qualidade e pelo Amor a esta profissão e área tão exigentes quanto apaixonantes.

AMA  tem a Coordenação Pedagógica de Iolanda Laranjeiro e Paulo Ferreira e a Gestão de José Pedro Ribeiro – pessoas que a profissão uniu e pelo trabalho em conjunto descobriram ter uma visão e necessidades partilhadas sobre um projecto pedagógico que faz falta em Portugal e no mercado de trabalho dos Profissionais do Espectáculo.

Nesta Academia de Representação o ensino é pensado e concretizado sob a premissa de adaptação ao real e actual funcionamento do sector. O corpo docente é composto por profissionais da área conhecedores e inseridos no mercado de trabalho, e escolhido por coordenadores pedagógicos que trabalham, também eles, no actual sector do audiovisual, compondo, assim uma equipa de profissionais que dominam e conhecem, na teoria e na prática, todas as valências e necessidades do sector audiovisual – formação, direcção de actores, realização, escolha de elencos, encenação e representação.

OBJECTIVOS PEDAGÓGICOS

AMA é uma Academia de Representação que desenvolve o seu trabalho formativo através de experiências de aprendizagem eminentemente práticas, no sentido de dotar os alunos de conhecimentos e competências práticas que lhes permitam desenvolver e adaptar o seu trabalho de actor à representação para Cinema e Televisão.

Mediante a apresentação e experimentação de diversas técnicas de representação, pretende-se que os alunos se descubram enquanto intérpretes perante as câmaras, dominando as diferentes linguagens, para além de terem a capacidade de reflectir, analisar e interpretar, profissionalmente, o que os vários contextos do audiovisual lhes forem solicitando ao longo do seu percurso profissional.

Para se especializarem em representação para câmara, os alunos terão um percurso pedagógico que se inicia nas técnicas de representação gerais, evoluindo, depois, gradualmente, para um ensino especializado em representação para câmara, através de experiências sucessivas com vários actores, directores de actores, realizadores e demais profissionais do sector.

Todos os semestres lectivos terminam com a concretização de um trabalho prático que, desde o início da formação, incidirá sobre o audiovisual.

A par do trabalho de interpretação (o mais profundo e alongado de toda a formação), os alunos terão, também, um contínuo e aprofundado trabalho sobre técnicas de Corpo, Movimento e Voz, bem como o complemento de algumas disciplinas teóricas que dotam os alunos da consciência, conhecimentos e competências necessárias à sua inserção no mercado de trabalho, ontológica e intelectualmente falando.

Esta Academia tem como objectivo formar futuros actores conscientes e competentes em todos os contextos profissionais possíveis, e que se saibam adaptar às necessidades e expectativas várias quer das situações, quer de todos os pares com que trabalharão ao longo da sua carreira.

O actor, como profissional, deve conhecer todos os procedimentos que o defenderão na prática profissional e o ajudarão a ser eficiente e reconhecido pelo seu trabalho.

Para além do exposto, o projecto educativo da AMA tem, também, como objectivo, a formação do actor na óptica do actor-produtor.

Os actores do mercado actual de trabalho devem ter conhecimentos e competências que lhes permitam elaborar um dossiê de projecto que se possa inserir na indústria criativa e artística, sabendo encontrar os meios (humanos, físicos e financeiros) para que os seus projectos se possam concretizar e ter visibilidade / reconhecimento junto das instituições / empresas e do público em geral.

É importante que o actor-criador-produtor domine os aspectos legais, administrativos e operacionais que lhe permitam elaborar projectos e concretizá-los com sucesso no contexto artístico e profissional.

Num momento em que a profissão do actor não está protegida pela existência de uma carteira profissional e a concorrência é muita e complexa, impõe-se que um actor seja treinado e domine todas as ferramentas práticas inerentes à sua profissão, conheça a ontologia e as necessidades/expectativas da profissão e dos seus pares, bem como se consiga constituir como actor-criador-produtor dos seus próprios projectos, de forma a se posicionar de forma pró-activa e positiva no mercado de trabalho, marcando a diferença pelo profissionalismo e consciência da sua função no tecido cultural e de produção artística nacionais

" Tenta. Fracassa. Não importa. Tenta outra vez. Fracassa de novo. Fracassa melhor. "

Samuel Beckett

Copyright © 2018 | AMA- Academia Mundo das Artes  Web Design  A Reinventora.

Ligue já! Top